Notícias

Acompanhe as ultimas notícias no mundo jurídico.

Willer Tomaz Advogados Associados

Uma empresa de tecnologia foi condenada a indenizar um analista de suporte frequentemente tratado de maneira jocosa

pelo seu supervisor. A decisão da Segunda Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou o pagamento de R$ 3 mil. Para os ministros, houve exposição do empregado a situação vexatória.

Na reclamação trabalhista, o analista afirmou que era alvo de constante humilhação, cobranças absurdas, medo e ameaça de demissão. Afirmou, ainda, que nem sempre o supervisor autorizava a pausa para ida ao banheiro, pois ele utilizava com mais frequência que os demais colegas.

Para o advogado Willer Tomaz, do escritório Willer Tomaz Advogados Associados, comete ilícito o empregador que dispensa ao empregado tratamento degradante, bem como dá ao trabalhador o direito de reparação e de rescisão do contrato de trabalho.

“A Constituição garante a toda e qualquer pessoa a proteção à intimidade, à vida privada, à honra, à imagem, à dignidade, e o respectivo direito de indenização em caso de violação. O trabalhador, na relação de subordinação com o seu empregador, não perde nenhum desses direitos. Se o empregador dá ao empregado tratamento jocoso, não isonômico, discriminatório, vexatório, desumano, estará ele cometendo ato ilícito e, quiçá, assédio moral passível de indenização, bem como incorrendo em hipótese de dispensa indireta, instrumento previsto na CLT que permite ao empregado rescindir o contrato de trabalho por culpa do empregador”, afirma.

Ao analisar o caso, o relator, ministro José Roberto Freire Pimenta, concluiu ser evidente o tratamento ilegal dispensado ao empregado, que o expunha a situação vexatória, pelo que a Segunda Turma determinou a reparação por dano moral.

 

 

Willer Tomaz

Willer Tomaz

Willer Tomaz

 

WT Advogados

 

O escritório WT ADVOGADOS ASSOCIADOS está comprometido com a privacidade dos dados dos seus usuários no ambiente da Internet.

1 - Identificação: O escritório WT ADVOGADOS ASSOCIADOS é uma sociedade de advogados, devidamente inscrita na Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Distrito Federal, sob o nº 1.772, que presta serviços especializados na área jurídica, nos mais diversos campos do Direito. Estabelecida em Brasília, Distrito Federal, no SHIS QI 01 Conjunto 04 Casa 25, Lago Sul, elaborou sua Política de Privacidade embasada nos Princípios Internacionais, amplamente reconhecidos no âmbito das “Práticas justas no tratamento da informação”.

2 - Informação: O escritório está comprometido com a privacidade de dados pessoais dos usuários cadastrados, conferindo aos mesmos os necessários padrões de segurança, preservando os princípios éticos de transparência no tratamento, controle e uso das informações. Tem como política basilar colher apenas as informações e dados necessários para perfeita consecução dos serviços profissionais oferecidos. Todas as informações e dados pessoais dos usuários colhidos pelo escritório WT ADVOGADOS ASSOCIADOS são confidenciais e não são repassados a terceiros.

3 - Legalidade, Conformidade Internacional e Limites Éticos: Considerando os serviços especializados que o escritório oferece, bem como a atividade profissional exercida, adstritos aos ditames elencados no Código de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil, é preservado o sigilo profissional na relação entre advogado e cliente (artigos 25, 26 e 27 do Código de Ética e Disciplina).

4 - Acessibilidade: O usuário cadastrado terá acesso ao(s) seu(s) processo(s) acompanhado(s) pelo escritório WT ADVOGADOS ASSOCIADOS, mediante o uso de senha pessoal, dentro dos limites legais e éticos vigentes, devendo, para tanto, solicitar o referido acesso através do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. Informações e termos legais | Política de privacdade.